Queridos amigos, em abril quero estar em São Paulo projetando, conversando e propagando meu documentário FLOR BRILHANTE E AS CICATRIZES DA PEDRA. Se alguém puder me ajudar nesse movimento de agendar lugares/mostras para exibir, sou toda gratidão!

www.vimeo.com/jaderainho/florbrilhanteeascicatrizesdapedra

[documentário] Flor Brilhante e as cicatrizes da pedra from Jade Rainho on Vimeo.

Anúncios

DVDs artesanais do documentário de curta-metragem “Flor Brilhante e as cicatrizes da pedra”

Amig@s, os DVDs do documentário FLOR BRILHANTE E AS CICATRIZES DA PEDRA estão prontos!

Flor Brilhante é a matriarca de uma família de rezadores Guarani-Kaiowá que há 40 anos sofre violações de direitos ambientais e humanos devido a mineração em terra indígena.

A venda deste trabalho irá ajudar a mover a divulgação este projeto independente e colaborativo, que pretende circular com exibições e conversas pelos Estados do Brasil e América Latina. Também irá financiar minha volta à Dourados-MS, para visita à família Flor Brilhante e fomento de debates locais sobre este tema urgente.

Interessados, por favor, entrem em contato por inbox ou no email jaderainho@gmail.com

Gratidão e ternura!

Juntos somos IMENSIDÃO!

#ÍNDIOSSOMOSNÓS

_Feitos a mão, de material reciclado, em um processo orgânico e meditativo, têm a capa ilustrada pela artista visual Paola Alfamor – Visual Art / Tradicional Tattoo e versões do documentário em português, inglês, espanhol e francês. Na apresentação do menu há também a canção tema, “Meu Tekoha” por Estela Ceregatti e Jade Rainho, para audição na íntegra

 

DVDs do documentário FLOR BRILHANTE E AS CICATRIZES DA PEDRA
(Aldeia Jaguapiru, Reserva de Dourados, MS)

A venda deste trabalho move a divulgação este projeto independente e colaborativo, que circulou com exibições e conversas por países da Europa de junho a setembro de 2014, levando a conhecimento público a história de Dona Floriza e sua família, rezadores Guarani-Kaiowá que há 40 anos convivem com violações de direitos ambientais e humanos devido a mineração em terra indígena.

_Feitos a mão, de material reciclado, em um processo orgânico e meditativo, têm a capa ilustrada pela artista visual Paola Alfamor e versões do documentário em português, inglês, espanhol e francês. Na apresentação do menu há também a canção tema, “Meu Tekoha” por Estela Ceregatti e Jade Rainho, para audição na íntegra.

www.florbrilhanteeascicatrizesdapedra.com

_Flor Brilhante é a matriarca de uma família de rezadores Guarani-Kaiowá que há 40 anos sofre violações de direitos ambientais e humanos devido a mineração em terra indígena.

Contribuição mínima: R$ 35,00 + correio

Interessados, por favor, entrem em contato por inbox ou no email jaderainho@gmail.com

Gratidão e ternura!

Juntos somos imensidão

pétalas de sol
de sentir tão simples
assim, bem fundo

no aconchego do encontro
no canto manso
dos olhos delicados
assim, despertados
a carecer somente
semente
irradia

o dia
assim, brilhante
todo poesia

gracias e leveza, BrasileirandoTv!

 

Eis aqui “Mundo Som”, videoclipe do álbum inaugural do Grupo Monofoliar, composto pelas forças da natureza e talentos raros de Cuiabá, Estela Ceregatti, Jhon Stuart e Juliane Grisólia.
Em outubro de 2013, tive a sorte de participar do processo criativo deste trabalho ritualístico, sensível e orgânico dirigido pelo doce e primoroso Rosano Mauro Jr, desenvolvido na Chapada dos Guimarães-MT.
Para quem está conhecendo a banda, tem muito mais no www.soundcloud.com/monofoliar

Gracias! Suerte y ternura, queridos!

Chuva das águas chegou e a mata virou brejo!
Cachoeiras nascem por todos os lados nos braços do Vale!
Sinhozinho me disse que antes era só assim; chuva dia todo e cachoeiras por toda vista.
A floresta feliz que só canta suas sinfonias mais verdes e vivas!
Aprendo a tocar a viola entre temporais e alagamentos.
Os rios tão cheios que ficamos ilhados.

Água é tanto Amor.
Nosso coração de floresta transbordante!

Hoje eu sou negra, linda, visto dourado radiante e entrego sorriso vasto. Me chamo Mãinha: baiana que criou os filhos fazendo acarajé e agora é mãe de muitos outros, de várias partes do mundo, que acolhe com muita alegria e amorosidade no Centro Cultural Bispo, Pelourinho.

Tive a graça de passar este dia 20.11 em Salvador, na Praça da Sé, conhecendo e aprendendo muito com o modo de ser e sentir a vida desta baiana maravilhosa. Acompanhamos a lavagem da imagem de Zumbi dos Palmares, encontramos outras baianas e dançamos muito reggae. Conversamos sobre resistência, felicidade e como tudo que existe vem da mesma fonte. Ganhei turbante de proteção na cabeça e muito orgulho de ser caminhante de coração aberto e colorido. Agora tenho em nós esta imagem infinita dela, cantando alto e forte: “Negro é a raíz da liberdade”.

Gracias a la vida!

[documentaire] Fleur Brillante et les cicatrices de la pierre

nous allons partager et déplacer les vents du changement:

FLEUR BRILLANTE ET LES CICATRICES DE LA PIERRE * FLOR BRILHANTE E AS CICATRIZES DA PEDRA

documentário completo com legendas em francês por Sandra Tournier

[documentaire] Fleur Brillante et les cicatrices de la pierre from Jade Rainho on Vimeo.